Proteção contra sobretensões para variadores de frequência

Os variadores de frequência são equipamentos sofisticados com tecnologia de microcontrolador. Perante variações transitórias de tensão sofrem muitos danos, já que são muito sensíveis às sobretensões.

De forma habitual, estes equipamentos têm uma entrada de alimentação trifásica com neutro e uma saída trifásica sem neutro que, normalmente, alimenta as bombas.

 

Tipos de protetores contra sobretensões para variadores de frequência

ATSUB-4P-NR 40 TT

(Ref.: AT-8030)

Para a proteção da entrada geral do CCM (Quadro de controle de motores) recomenda-se um protetor contra sobretensões transitórias de tipo 2, capaz de suportar uma corrente máxima de 40kA com onda 8/20µs, e tensão residual inferior a 1.400V.

Recomenda-se a instalação de fusíveis de 50A em série com o protetor.

Pode proteger-se também contra sobretensões permanentes com a referência AT-8702 ligada à bobine de emissão do interruptor automático do quadro.

ATSUB-3P-NR 40 TNC

(Ref.: AT-8071)

Para proteger a eletrónica dos variadores ou arrancadores estáticos, recomenda-se um protetor tipo 2, capaz de suportar uma corrente máxima de 40kA com onda 8/20µs e tensão residual inferior 1.400V.

Recomenda-se a instalação de fusíveis de 50A em série com o protetor para evitar que o equipamento avarie (bomba, motor…).

ATLINE 24

(Ref.:AT-9224)

Para a proteção dos sinais de dados analógicas, como por exemplo os provenientes das sondas de controle de nível, recomenda-se o protetor ATLINE 24.

O protetor está preparado para 2 pares.

 

Se deseja conhecer mais sobre os protetores contra sobretensões para variadores de frequência de Aplicaciones Tecnológicas, entre em contacto connosco clicando aqui.