Como realizar uma soldadura exotérmica com o iniciador eletrónico Apliweld® Secure+

A soldadura exotérmica, também conhecida como soldadura aluminotérmica, é um processo químico que tem como objetivo a união molecular permanente de dois ou mais condutores.
Como consequência desta fusão, a conexão é mais fiável e duradoura que a união mecânica, e a sua conectividade é igual ou maior que os metais que liga.

Onde se utiliza?

Utiliza-se nos sistemas de rede de terra para garantir a segurança das uniões entre condutores.

Vantagens da utilização de Apliweld® Secure+ para realizar soldaduras exotérmicas:

  • Maior segurança graças ao disparo eletrónico à distância (Bluetooth)
  • Utilização de material não inflamável para a ignição
  • Redução de custos logísticos
  • Diminuição de erros
  • Diminuição de tempos de preparação
  • Aumento da eficácia do processo (incluso com vento ou humidade)

Como se realiza uma soldadura exotérmica Apliweld® Secure+ como iniciador eletrónico?

Graças aos esforços em inovação de Aplicaciones Tecnológicas, o sistema Apliweld® substituiu a tradicional carga em pó por uma carga em pastilhas.

Realize a soldadura exotérmica com iniciador eletrónico seguindo estes passos:

Limpe e retire qualquer impureza dos condutores e do molde

É muito importante que os condutores estejam limpos e secos, para evitar soldaduras inaceitáveis e reações violentas (com fugas de material) ao entrar em contacto, o fundido da soldadura com o material sujo ou húmido.

Limpe os condutores a soldar com a escova de carda AT-061N.

*Recomendamos a consulta das especificações particulares de limpeza de cada tipo de condutor e/ou composto a eliminar no seguinte link.

Abra a pinça e coloque a peça inferior do molde múltiplo que necessita

Na maleta MM-CTX (X é o diâmetro do piquet) encontrará montada a pinça do molde múltiplo (MM-053N) com a tolva e a peça inferior MM-PH. No caso de querer realizar soldaduras a piquet tem de trocar a peça inferior pela peça partida guardada na mala.

  • MM-PH: peça para soldaduras horizontal (condutores em T, cruz, linear…). Vem disposta para realizar soldaduras entre cabos. Dando-lhe a volta podem-se realizar soldaduras entre fitas.
  • MM-PTX: peça inferior para soldaduras a piquet vertical (geralmente em T). A peça tem o diâmetro do piquet de acordo com o solicitado (MM-PT14, MM-PT16….) e é válida exclusivamente para esse diâmetro de piquet. Ver diâmetros de mecanizado para piquets no ponto C2.

Para as soldaduras verticais a piquet, fixe a tenaz de suporte (AT-082N) a uns 4 cm do extremo do piquet a soldar. Abra a parte inferior da pinça MM-053N e coloque a peça partida.

Coloque a pinça sobre a tenaz de suporte e introduza o piquet no canal do seu diâmetro. Fecha a base inferior para segurar corretamente o molde ao piquet e assim impedir fugas de material entre a peça partida de grafite.

Neste momento, a pinça deve ficar apoiada de forma estável sobre a tenaz de suporte, para que possa dispor das mãos livres e colocar depois o resto dos condutores comodamente.

Aqueça ambas as peças de grafite

Antes de realizar a primeira de uma série de soldaduras, aqueça as duas peças de grafite com um maçarico até alcançar os 120°C para conseguir uma primeira soldadura aceitável e para a segurança do utilizador.

A principal causa de salpicos de material e de soldaduras porosas é a humidade no molde. O grafite absorve humidade à temperatura ambiente, pelo que é necessário aquece-lo acima do ponto de ebulição da água para a eliminar por completo.

Aplicaciones Tecnológicas_APLIWELD Secure+_soldadura exotérmica mais eficiente e segura do mercado

Coloque o selador inferior, os condutores e o resto dos seladores correspondentes

Coloque o selador inferior centrado sobre a base do molde. De seguida coloque os condutores a soldar, segundo o tipo de união que deseja realizar, garantindo que ficam centrados sobre a peça do molde. Sobre estes coloque um ou dois seladores:

  • Para soldaduras em T ou lineares, apenas tem que fechar o molde acionando a alavanca e pressionando o máximo possível para evitar fugas de material.
  • Para soldaduras em cruz (ou seja, uniões em plano distinto), repete-se o passo anterior colocando sobre o último selador um novo condutor, e sobre este um dos seladores segundo os condutores, de forma que em todos os casos cada condutor fique sempre entre seladores de câmara.

Quando o molde estiver fechado, colocar o disco metálico (vêm 10 em cada caixa de iniciador) e depois as pastilhas. O número de pastilhas segundo a conexão a realizar está também definido no nosso manual, clique aqui para saber mais.

Abra o equipamento de disparo eletrónico e ligue as bananas

Ligue os dois pares de bananas no equipamento de disparo (é indiferente como se ligam ao dispositivo, uma vez que o casquilho detonador não tem polaridade).

Introduza a banana do outro extremo do cabo no conector lateral do molde e ligue a pinça ao contacto superior do iniciador eletrónico. É muito importante assegurar o bom contacto eletrónico entre a pinça e o filamento, de forma que a pinça não entre em contacto com nenhuma outra zona da tampa.

O Kit APLIWELD-E (AT-100N) inclui 5 pinças de substituição para poder substituir a pinça de ligação quando esteja gasta ou deteriorada.

Afaste-se do molde e acenda o equipamento

Afaste-se do molde na distância máxima que oferece o cabo de ligação (2m).

Acenda o equipamento pressionando o botão “On/Off”. Ouvirá um som que indica que o equipamento está em marcha e observará que o indicador luminoso fica verde.

Para uma maior segurança, o processo pode ser ativado por Bluetooth: acenda o comando à distância e espere que a luz do equipamento deixa de piscar, indicando assim que o Bluetooth está ligado.

Pressione os dois botões de ignição ao mesmo tempo para iniciar a soldadura

Pressione simultaneamente os dois botões de ignição (ou os do equipamento ou os do comando à distância), mantendo-os apertados até que comece a reação. Ao pressionar os botões ao mesmo tempo, o indicador luminoso de soldadura em processo acender-se-á e ouvirá dois sinais sonoros de aproximadamente 3 segundos de duração e, de seguida, um tom contínuo. Durante este último tom acontece a soldadura. Pressione até que se inicie o processo. 

Caso não se produza a reação ou não ouça o sinal sonoro, consulte no nosso manual.

Espere 15 segundos após a reação e abra o molde

Após a reação, espere 15 segundos antes de abrir o molde para assegurar a solidificação da fusão.

Abra o molde sempre utilizando as pinças adequadas e com luvas de segurança, todo o sistema estará muito quente. Extreme a precaução.

Extraia os condutores soldados do molde.

Limpe o molde

Limpe o molde com as ferramentas adequadas para a eliminar a escoria e limpar a tolva. Use o pincel AT-064N para limpar a câmara de soldadura e a escova AT-062N para limpar a tampa do molde, especialmente o alojamento do iniciador eletrónico.

Após limpeza do molde, já se pode realizar uma nova soldadura sem necessidade de aquecê-lo novamente, sempre e quando a nova conexão se realize nos seguintes 10-15 minutos.

Todos os acessórios de limpeza descritos nestas instruções estão incluídos no Set de acessórios AT-09N, clique aqui para saber mais.

Caso seja engenheiro ou pessoal técnico relacionado com o setor e queira conhecer em primeira mão as soluções que oferece a Aplicaciones Tecnológicas, convidamo-lo a assistir aos nossos cursos online gratuitos ministrados por especialistas. Aceda agora ao nosso calendário para os próximos webinares clicando aqui.