Tempestades elétricas: consequências para o lar e como se proteger

No ambiente doméstico há cada vez mais equipamentos elétricos e eletrónicos com funções muito complexas e necessárias que nos facilitam a vida diária. Mas estes equipamentos se não estiverem bem protegidos, estão expostos aos danos causados por uma tempestade elétrica. No setor residencial é fundamental dispor de uma proteção adequada para evitar danos que, na maioria das vezes, acarretam custos elevados

Quando falamos de proteção do lar há que ter em conta que, mesmo que se disponha de um bom sistema externo de proteção contra o raio (para-raios), pode na mesma sofrer danos causados pelas sobretensões. Uma sobretensão faz referência ao aumento de voltagem na rede elétrica que pode provocar danos nas linhas de fornecimento elétrico, de telefone, de sinal de televisão ou na rede de terra.

Isto acontece porque na maioria das casas entram linhas que podem estar danificadas devido aos efeitos eletromagnéticos do raio, tanto de uma descarga captada pelo sistema externo, como de um raio distante ou até do impacto do raio na própria linha. No caso de edifícios sem sistema externo de proteção, o risco é maior, já que a corrente do raio procurará o caminho à terra através dos caminhos mais diretos, podendo até passar através dos equipamentos.

Quais são os dispositivos afetados por danos elétricos?

Os danos que podem sofrer são mais evidentes em equipamentos eletrónicos, como computadores, televisões e seus periféricos, frequentemente interconectados, o que multiplica as probabilidades de que uma sobretensão os possa afetar. Mas não são os únicos.

Os efeitos que causam as sobretensões transitórias de origem atmosféricas traduzem-se em perdas económicas, e vão desde a interrupção momentânea do trabalho ou a deterioração dos componentes, até à destruição total de aparelhos elétricos ou eletrónicos tais como frigoríficos, portas de garagem, sistemas de alarme, sistemas de aquecimento, TV, computador, impressora….

Os principais elementos ou dispositivos que podem ser afetados pelas tempestades elétricas no lar são: telefone, televisão, frigorifico, vitrocerâmica, forno, máquina de lavar louça, máquina de lavar roupa, micro-ondas, ar condicionado, aquecedor, chaminés, telhados, serviços de água, tubagens de gás e árvores próximas.

Os dispositivos, que podem ser afetados por dano, representam 92% dos dispositivos elétricos existentes no lar. Por este motivo é fundamental a proteção contra o raio e sobretensões para equipamentos de uso doméstico.

Danos produzidos por raios: perdas e custos assegurados

As descargas elétricas em casa são um problema que se relaciona diretamente com os seguros habitação. O fato de o número de queda de raios estar a aumentar, juntamente com os danos que estes causam, suscitou a preocupação não apenas das companhias de seguros, como também dos proprietários, que perceberam como as suas casas, com inúmeros equipamentos elétricos, estão mais vulneráveis.

Os dados proporcionados pelo Instituto de Informação de Seguros (Triple-I) dos Estados Unidos dizem-nos que o custo medio por reclamação aumentou 2,6% de 2018 para 2019.

Tempestades elétricas: consequências para o lar reclamaçõesTorna-se essencial contar com um equipamento básico para proteger a sua habitação dos raios e das sobretensões, já que alguns dos danos que as tempestades elétricas originam são incêndios, danos estruturais e as anteriormente mencionadas sobretensões. Estes danos, por sua vez, acarretam uma série de custos às seguradoras pela intervenção dos bombeiros, pelos destroços e reabilitação, pela rotura de eletrodomésticos e finalmente pelo alojamento que terá de ser dado ao portador do seguro e respetiva família em caso de inabitabilidade temporal.

Contar com um sistema externo de proteção contra o raio, juntamente com uma adequada rede de terras e protetores contra sobretensões, protege a habitação e os dispositivos eletrónicos no seu interior. Em alguns países europeus, pode chegar a reduzir o prémio a pagar do seguro ao garantir que os danos ocasionados por tempestades elétricas vão ser menores.

Em qualquer caso, a importância dos danos que pode causar um raio no lar vai além dos simples custos económicos, já que pode supor perdas sentimentais ou até pessoais.

Soluções para prevenir as sobretensões em casa

A necessidade de proteção é cada vez maior, uma vez que a tecnologia vai evoluindo e fazendo os componentes eletrónicos mais pequenos e sensíveis a perturbações eletromagnéticas.

Na atualidade a maioria dos sistemas elétricos estão dotados de medidas de segurança para evitar curto-circuitos e descargas elétricas nas pessoas, aparelhos elétricos e eletrónicos.

Mas estes elementos de proteção gerais não são capazes de evitar as consequências das sobretensões transitórias, uma vez que a sua ativação é muito mais lenta que o pico de tensão que se produz. Nem estão preparados para proteger contra as chamadas sobretensões permanentes, aumentos de tensão na linha de menor intensidade, mas de mais longa duração, causadoras também de importantes danos nos equipamentos. Os dispositivos de proteção contra sobretensões transitórias e permanentes são complementares às proteções gerais (magneto térmicas, diferenciais).

Aplicaciones Tecnológicas dispõe de uma ampla gama de soluções para prevenir danos por sobretensões tanto transitórias como permanentes, que protegem eficazmente os equipamentos elétricos e eletrónicos de uso doméstico mais frequente.

Proteção da linha de fornecimento elétrico

KIT ATCONTROL/B PT. Kit completo que inclui protetor combinado contra sobretensões permanentes e transitórias, bobine de emissão e interruptor geral automático.

Sobretensões permanentes

IT ATCONTROL-B PTOs protetores da série KIT ATCONTROL/B atuam quando detetam uma sobretensão permanente disparando a bobine de emissão a eles ligada (S1, S2). Esta bobine de emissão provoca o disparo do Interruptor Geral Automático (IGA), protegendo os equipamentos instalados a jusante.

O sistema de alerta de sobretensões permanentes consiste em 2 indicadores luminosos verdes (tensão de rede correta) e vermelho (sobretensão). Dispõe de botão de teste para comprovar que a instalação foi realizada corretamente.

Sobretensões transitórias

Os protetores da série KIT ATCONTROL/B atuam também ao detetar uma sobretensão transitória derivando a corrente até à terra e reduzindo a tensão a um nível não prejudicial para os equipamentos.

Ensaiado e certificado como protetor de Tipo 2 em laboratórios oficiais e independentes segundo a norma UNE EN 61643-11 e a GUÍA-BT-23 do REBT. Adequado para equipamentos de categoria I, II, III e IV segundo a ITC-BT-23 do REBT.

Dispõe de um dispositivo termodinâmico de controle que desliga o protetor da rede elétrica em caso de degradação e, de sistema de alerta de sobretensões transitórias que se ilumina se tiver protegido contra uma sobretensão superior à sua capacidade. Indica que o protetor deve ser substituído.

Proteção de linhas telefónicas

AT-9101 ATFONO Protetor para linhas telefónicas. Proteção eficaz de linhas telefónicas analógicas e ADSL em módulos com proteção coordenada media e fina para um par de fios.

  • ATFONOProtege as linhas telefónicas e os equipamentos analógicos ou digitais a ele ligados.
  • A descarga é produzida num elemento interno encapsulado, sem produzir pequenos fogos.
  • O modulo inclui proteção em modo comum e diferencial.
  • Baixa tensão residual
  • Grande rapidez de resposta
  • Ligação de condutores mediante pressão mecânica, com maior capacidade de suportar a corrente do raio que os ligadores habituais.

O protetor ATFONO foi ensaiado e certificado em laboratórios oficias e independentes, obtendo as suas características de funcionamento segundo as normas de aplicação.

Proteção de linha de entena de televisão

SERIE ATFREQ. Ampla gama de protetores para diversas frequências e conectores. Pela sua localização, as antenas são um dos elementos mais expostos a receber a descarga do raio. Mesmo quando existe um sistema de proteção contra o raio corretamente instalado, os efeitos secundários da descarga podem afetar o sinal captado pelas antenas de televisão, radiofrequência, etc.

Os protetores contra sobretensões ATFREQ protegem o cabo do sinal, derivando as sobretensões conduzidas ou induzidas à terra, evitando assim danos nos equipamentos de comunicação, nos televisores e nos equipamentos ligados (vídeo, DVD, descodificadores, equipamentos ‘home cinema’, etc.).

  • ATFREQÓtimo acoplamento com perdas impercetíveis.
  • Não afeta o sinal mesmo em frequências altas.
  • Tempo de resposta curto.
  • Não produzem deflagração.
  • Pequeno tamanho.
  • Ligadores específicos para cada aplicação.

 

 

Protecção de linhas de dados

ATLANAT-2107 ATLAN. Protetor individual de redes locais. Os protetores contra sobretensões ATLAN estão desenhados especialmente para evitar falhas nas transferências de dados entre equipamentos dentro de uma rede. Protegem as entradas dos circuitos eletrónicos dos cartões de rede contra os danos causados pelas correntes transitórias. ATLAN é um protetor com conectores RJ45 de entrada e saída, capazes de suportar até 2kA por cada par de linhas. Está especialmente desenhado para proteger de forma individual cada equipamento ligado à rede informática.

Instalar um para-raios na sua casa aumenta a segurança

É recomendável a instalação de um sistema externo de proteção contra o raio, já que evita os impactos diretos na estrutura derivando o passo da corrente do raio, de forma controlada, à rede de terra.

Aplicaciones Tecnológicas recomenda a instalação de um para-raios com dispositivo de ionização DAT CONTROLER® REMOTE, que se caracteriza por responder à aproximação do raio, adiantando-se na sua captura a outros elementos dentro da sua zona de proteção, para o conduzir de forma segura à terra. Verifica também diariamente o seu estado para garantir o seu correto funcionamento.

 

Se necessita de apoio especializado sobre proteção contra sobretensões contacte-nos. Se deseja conhecer o nosso guia de seleção de protetores contra sobretensões, pode descarrega-lo aqui.