As cinco perguntas mais frequentes sobre soldadura exotérmica

A soldadura aluminotérmica ou exotérmica é o processo químico que permite unir dois ou mais condutores de forma permanente. Utiliza-se principalmente nos sistemas de rede de terras pela sua fiabilidade, resistência e uma série de outras vantagens que apresentam em relação a outro tipo de uniões. Saber se está bem feita, assim como calcular o material necessário ou como se garante a segurança das pessoas perante uma reação química são as principais questões que iremos responder.

A instalação de redes de ligação à terra é um dos passos fundamentais nas fases iniciais da construção de qualquer infraestrutura. Um bom sistema de soldadura fará toda a diferença para a durabilidade da instalação. A soldadura exotérmica, também conhecida como soldadura aluminotérmica, proporciona uniões permanentes, fiáveis e de alta condutividade.

A soldadura exotérmica consegue uma ligação molecular entre condutores feitos de cobre, aço inoxidável, galvanizado, bronze, etc. A base do processo é uma reação química exotérmica em que o alumínio reduz o óxido de cobre que produz o cobre que funde total ou parcialmente os condutores a soldar, proporcionando uma ligação superior a qualquer união mecânica (mais propensa ao desgaste e à corrosão), no que diz respeito tanto às propriedades mecânicas como elétricas.

Para saber mais sobre as características e vantagens especiais deste tipo de uniões, estas são as questões mais colocadas aos especialistas da Aplicaciones Tecnológicas sobre soldadura exotérmica.

  1. Como posso saber se uma soldadura está bem feita?

A forma de saber se uma soldadura foi feita corretamente é através de inspeção visual. Para tal, deve ser observada uma soldadura de cor cobre, que pode variar em intensidade, mas que tem um brilho metálico e está livre de escória e poros que afetam a ligação. O volume, uma vez solidificado, deve cobrir pelo menos as dimensões anteriores dos condutores a soldar.

  1. O que acontece no processo de solda?

No processo de soldadura tem lugar uma reação química cujo produto principal é o cobre fundido. Este cobre chega aos condutores e derrete-os, de modo que quando solidifica forma um novo composto com as propriedades do cobre de reação e do próprio condutor; também de cobre, na maioria dos casos.

O cobre de reação é muito puro e o sólido formado é mais espesso que o condutor, pelo que as propriedades elétricas são iguais ou melhores que as do próprio condutor, o que incide na sua durabilidade e resistência ao desgaste.

  1. Como posso saber o material necessário para realizar uma instalação com soldadura exotérmica?

Para poder realizar um projeto de soldadura é necessário saber quais as ligações a fazer, quais os condutores a utilizar e a quantidade de cada uma destas ligações. Uma vez conhecida esta informação, que se reflete geralmente nas especificações do projeto, é feito um cálculo para estimar a quantidade de material necessário para uma instalação específica. Para esta tarefa, Aplicaciones Tecnológicas tem a sua própria ferramenta, Apliweld® Secure+ Selector.

  1. O que é uma NTP?

As NTP (Notas Técnicas de Prevenção) são o material de consulta para profissionais de segurança e higiene no trabalho, aprovado pelo Instituto Nacional de Segurança e Higiene no Trabalho (INSHT). Dependendo do tipo de nota, aconselham e marcam como proceder de forma segura e recomendável em setores de atividade industrial, em locais e instalações, equipamento de trabalho, etc.

A NTP1028 (Segurança em soldadura aluminotérmica de cobre) fornece informações sobre a melhor e mais segura forma de realizar o processo de soldadura, bem como as medidas de prevenção e proteção necessárias para garantir a segurança do trabalhador que executa esta tarefa.

  1. O que diferencia a soldadura Apliweld® Secure + de qualquer outro tipo de soldaduras?

As principais diferenças residem na segurança do utilizador, no processo de ignição e na versatilidade que este oferece.

A segurança é conseguida graças à possibilidade de realizar o disparo à distância, quer por cabo, quer por ligação remota. Durante a soldadura, o cobre fundido é produzido a mais de 1100°C e as faíscas e salpicos de material estão a temperaturas muito elevada. Para a ignição eletrónica a uma distância de 1,5 metros utiliza-se o cabo de ligação, através de ligação Bluetooth pode-se ir até aos 5-6 metros. Assim assegura que o utilizador nunca poderá ser atingido por salpicos de material, faíscas ou qualquer outro elemento da reação. A ignição eletrónica também elimina a utilização de reagentes inflamáveis e assegura um procedimento único e seguro para realizar este tipo de ligações.

A versatilidade consegue-se pelo formato em pastilhas de soldadura Apliweld®, que podem ser utilizadas para a ignição tradicional ou para a ignição eletrónica, acima mencionada. A substituição das habituais oito referências por uma única e, o seu formato compacto torna-a muito mais económica e fácil de usar e armazenar. A existência de uma única referência em pastilhas, usando-se a quantidade de pastilhas necessárias segundo a necessidade da ligação e, a possibilidade de utilizar as mesmas pastilhas com ignição tradicional ou eletrónica são as caraterística que ajuda a compreender a flexibilidade do sistema.

Apliweld® Secure Selector – Simplificando os projetos de redes de terra com soldadura exotérmica

O sistema Apliweld® Secure+ desenvolvido pela Aplicaciones Tecnológicas centra-se na eficiência e durabilidade das uniões, no seu formato inovador em pastilhas e na segurança do trabalhador que as realiza.

Além disso, o sistema tem o seu próprio software para o cálculo de projetos de redes de terra com soldadura exotérmica. Ao introduzir uma série de parâmetros (ligações, condutores e quantidade), calcula quantos moldes, pastilhas, material de ignição e acessórios são necessários para uma dada instalação ou projeto. O programa indica as referências e quantidades necessárias, para que saiba o material a adquirir.

Aplicaciones Tecnológicas tem na sua página web de um seletor de referências para conhecer moldes, cargas e acessórios segundo o tipo de união.

Se deseja saber mais sobre soldadura exotérmica, pode entrar em contacto connosco através deste link.